Odyssey com RGB analógico

Em 20 de Dezembro de 2010.


Recentemente publiquei uma série de mods para o Odyssey em um artigo escrito originalmente pelo Alexandre "Tabajara" e um desses mods era uma saída de RGB digital. O grande problema é que hoje é muito dificil encontrar um monitor que suporte esse RGB digital e pensando nisso, apresento uma saída de RGB analógica que funcionará com qualquer monitor RGB que suporte 15khz e até mesmo os LG M1921/M1721 e Samsung 510N ou ainda TVs que tenham conexão SCART.


Como pode ser visto no esquema, o circuito é relativamente simples e pequeno e pode ser montado numa pequena placa de circuito impresso de fácil confecção. A lista de componentes é a seguinte:

U1 - 74LS08
U2 - 7407
U3 - 74LS04
Q1 - BC548
D1 a D6 - 1N4148
R1, R2 - resistores 4K7 1/4w
R3 - resistor 680R 1/4w
R4 - resistor 180R 1/4w
R5, R7, R9 - resistores 560R 1/4w
R6, R8, R10 - resistores 1K5 1/4w
1 conector DIN
1 barra de pinos reta, simples
1 placa de circuito impresso
Fios para as ligações

A placa de circuito impresso pode ser confeccionada facilmente usando o método de transferência térmica. Não vou me estender sobre isso, basta alguns minutos procurando no Google e no Youtube que você encontrará muito material e tutoriais sobre o assunto. O arquivo da placa você pode pegar neste link, já espelhado e pronto para impressão.

Bem, não foi umas das minhas melhores placas. As minhas PCIs feitas a partir de placas virgens de fibra ficam MUITO melhores do que as de fenolite. Como nesse fim de semana eu questão só tinha fenolite, saiu assim mesmo.


Placa pronta, o caso é montar. Acompanhe as imagens abaixo, prestando bastante atenção na posição dos CIs, diodos e do transistor que tem lado certo para a montagem. Em vermelho na imagem dos componentes é um jumper, um pequeno pedaço de fio. Eu fiz esse com o pedaço de terminal que cortei de um dos resistores.


Para a fixação da placa dentro do Odyssey eu usei um dos próprios "postes" plásticos internos. Fiz um furo num lugar livre da placa e coloquei um único parafuso.


Comece soldando os pinos do conector J3 do esquema. Nesta posição que ficou a placa, seria o conector de cima. A pinagem nesse caso, da esquerda para a direita seria: Terra, 5V, Blank, Bright, Sync, B, G e R. Acompanhe no esquema as ligações para não haver dúvidas. Veja que eu anotei na própria placa com uma caneta de retroprojetor fininha os nomes dos sinais para não me confundir na hora das soldas.


Como se nota nas fotos, o Terra e o +5V eu peguei em dois pontos o mais próximo possível da nossa plaquinha. O R, G, B e Sync eu peguei diretamente do IC005 respectivamente nos pinos 18, 19, 20 e 5. Já o Blank e o Bright vieram do IC001, pinos 9 e 11. Atenção especial para a contagem dos pinos dos CIs. Como estamos trabalhando na parte de baixo da placa, você terá que contar os pinos em sentido horário. Guie-se pelas fotos se tiver alguma dúvida.

Com os sinais da entrada ligados, vamos cuidar da saída. Eu usei um conector DIN-8 fêmea com a mesma pinagem do ZX Spectrum, porque queria aproveitar o mesmo cabo que fiz para o meu monitor LG M1921A.


Na peça do fundo que fecha o Odyssey, primeiro fiz um furo guia com uma broca pequena e logo depois fui com a broca escalonada para fazer o buraco definitivo, no tamanho correto do conector. Depois foi só encaixar o conector no lugar e fazer os dois furos pequenos das "orelhas".


Já o cabo fiz de encaixe, plugando direto na barra de pinos na saída da plaquinha. Desse jeito posso tirar facilmente a tampa para uma eventual manutenção do videogame.


Testando rapidamente o encaixe da tampa para ver se tudo ficou alinhado corretamente.


O resultado final é uma imagem clara, perfeita.


Se você é um feliz possuidor de um monitor que suporte 15Khz, não perca tempo. Qualidade de imagem perfeita num Odyssey da década de 80, não tem preço. :P

Dúvidas ou sugestões, utilize o espaço abaixo para fazer os comentários.


Voltar - Home


Comente



COMENTÁRIOS DESABILITADOS NO MOMENTO! RETORNAM EM BREVE
É expressamente proibido a reprodução total ou parcial deste texto sem a minha devida autorização por escrito.