Conserto de um Texas TI99/4A

Em 30 de Junho de 2010



Esse foi novidade pra mim. Quando o amigo Marcelo Martins perguntou se eu queria tentar consertá-lo, comecei a pesquisar sobre ele. A Texas Instruments é bem conhecida por fabricar diversas linhas de circuitos integrados e vez ou outra ela se aventura a lançar algum hardware. Quem não lembra por exemplo do Speak And Spell que o ET usava no filme como parte do seu "telefone"? Quem não usou ou pelo menos conhece umas das excelentes calculadoras da TI?
Bem, lá pelos anos 80 a bola da vez eram os computadores e a Texas lançou a sua linha de computadores pessoais que levam o titulo de serem os primeiros computadores a usar um processador de 16 bits para uso doméstico. Nas minhas pesquisas achei algum material que eu poderia usar como referência e imaginei que um conserto seria possível se não envolvesse alguns dos raros chips.

O TI chegou aqui com a fonte original e um cabo com um conector DIN5 e dois RCAs que supostamente seriam o cabo de áudio e vídeo composto dele. Quando ligado no monitor, era essa a imagem:


Percebi logo que tinha algum galho com esse cabo, porque essa imagem toda torta só aparecia se eu não conectasse o cabo de áudio. Com os dois cabos conectados ao monitor a tela ficava preta. Fiz uma pesquisa rápida na internet, mas as pinagens que eu estava achando com certeza não correspondiam a saída do micro. Com o multimetro resolvi dar uma passada no conector e logo descobri a pinagem certa. Dois dos pinos eram terra e um o +12V. Como só sobraram mais dois pinos, estes eram o audio e o vídeo composto. Simples, não?


Agora que eu podia enxergar alguma coisa, já dava pra ver o problema. Alguns caracteres apareciam fora de ordem e a cor de fundo estava incorreta.


Esse micro usa um VDP ao estilo do MSX e do Colecovision com 16kb de RAM para o video, independente da RAM da CPU. Eu já tinha pego um defeito exatamente igual num Hotbit, então já sabia que o defeito era quase certo ser na memória.

Apanhei um pouco para desmontá-lo, porque ao contrário da maioria das máquinas essa é toda montada na parte superior, sendo o fundo apenas uma "tampa".

Depois de uns bons minutos, cheguei finalmente na placa mãe. Note o processador gigante próximo ao centro da placa e o VDP mais pro lado esquerdo, o chip com pasta térmica. O banco das RAMs de vídeo estão logo abaixo dele.


O caso é retirar todas as RAMs para testar fora da placa. Para poupar o trabalho em uma futura manutenção nesses chips coloquei soquetes. Assim a retirada e novos testes podem ser feitos em poucos minutos.


Agora é remontar tudo para testar. Odiei esse esquema que eles usaram, porque simplesmente não dá pra testar a placa fora do case de um modo "seguro". Monta tudo e testa ou corre o risco de provocar um curto com as placas soltas em cima da mesa. Pensando bem, é melhor perder mais 10 minutos remontando do que horas de trabalho procurando defeitos extras de uma "bobeirinha" que encostou na placa.
Tudo montado, tela OK agora, já podemos comemorar. Mas.... Não era pra ele sair dessa tela e ir pro BASIC?


Ih... Tem mais defeito. Nesse menu onde ele pede pra apertar a tela "1" dá pra ouvir que algumas teclas geram um som no monitor, enquanto outras não. O teclado é uma matriz e a coluna das teclas "1", "Q", "A"... não está respondendo. Tem que abrir de novo... Ah... não.... :(

Tudo desmontado novamente, fiz um teste de continuidade na trilhas do teclado, tudo ok. Conector Ok também, então o problema é na placa mãe. Seguindo a trilha da coluna de teclas, tem um resistor de pull-up e cai direto num 74LS156 e antes dele um dos chips customizados da TI. É torcer para que o problema seja no 74. Coincidentemente ele está ao lado dos 8 chips da RAM de video.


É, está ruim mesmo. Vamos colocar outro CI no lugar.


Vamos montar tudo novamente... Novo teste e.... Agora sim... sucesso!


Na foto os culpados do dia.


Agradeço ao Marcelo por ter me contemplado com a oportunidade de consertar esse micro que é bem raro por aqui. Espero que ele faça um bom uso do seu TI99.

Qualquer dúvida ou sugestão utilize o espaço abaixo para deixar seus comentários.


Voltar - Home


Comente



COMENTÁRIOS DESABILITADOS NO MOMENTO! RETORNAM EM BREVE
É expressamente proibido a reprodução total ou parcial deste texto sem a minha devida autorização por escrito.