Adaptação num Tapete de Dança

Em 27 de janeiro de 2010.


Dia desses um amigo meu "das antigas" apareceu aqui em casa com um tapete de dança de video game. Eu também era mais um dos aficionados pelo Dance Dance Revolution (ou DDR) e foi a razão pela qual comprei meu primeiro Playstation (modelo antigo ainda). Até hoje mantenho meu acervo de jogos, mas hoje, 10 anos e 20 kg depois eles mal são tocados, apesar de eu fazer uma graça de 1 ou 2 musicas de ano em ano quando a tendinite do joelho deixa.

A Konami, desenvolvedora oficial do jogo, chegou a lançar também um port para PC da primeira edição do game, mas por não ter feito muito sucesso, parou por ai mesmo. Para suprir a carência da plataforma, alguns fervorosos fãs da série desenvolveram sua própria versão chamada de StepMania (link). O projeto em regime de open source atraiu a atenção de muitos e eu mesmo cheguei a participar do desenvolvimento por algum tempo.

Bom, voltando ao tapete, o curioso é que essa versão "Shakira" tem um cabo duplo e pode tanto ser ligado ao PSX/PS2 como numa USB. O que é perfeito para ser utilizado tanto no Playstation quando no DDR de PC ou mesmo no Stepmania.




O problema é justamente o fato do tapete não funcionar a contento quando ligado na USB. Apesar de no teste de joystick do painel de controle do Windows os movimentos serem registrados, não é possivel pisar em setas opostos ao mesmo tempo (esquerda junto com direita ou acima junto com abaixo). Esses movimentos são frequentes e o jogo acaba ficando prejudicado e mesmo "injogável" em niveis mais difíceis.

Resolvi desmontar o tapete para entender o funcionamento.


Provavelmente um chip bolha para a parte do PSX e outro para o USB. A borracha preta esta presa com uma fita adesiva, pressionando um conjunto de duas "películas" plásticas contra a placa de circuito impresso.


Retirando cuidadosamente a fita adesiva para reaproveitá-la, foi bem fácil retirar a borracha.

Analizando com um multímetro os contatos da película, o funcionamento é bem óbvio. A película inferior é um terminal "comum" que pega toda a extensão do tapete. Na de cima temos todos os "espaços" correspondentes aos botões do joystick, sendo que cada "via" vem de um botão. Uma fina camada de espuma fica entre as duas películas, mantendo-as separadas. Com o peso do corpo no botão, a espuma é esmagada, juntando uma película com a outra, fazendo o contato elétrico.

Depois de algum trabalho de mapeamento, cheguei ao seguinte esquema de ligação:


No remapeamento a idéia é eliminar os botoes traseiros Quadrado e Triangulo trocando-os com Baixo e Esquerda.

Primeiramente cortamos então as trilhas dos quatro botões que iremos retrabalhar.


Note que nos pads dos botões baixo e esquerda eu cortei a trilha na parte de cima para sobrar espaço para a solda, enquanto que nos pads do triangulo e quadrado eu cortei bem rente.


Raspando um pouco o verniz para a solda poder pegar nas trilhas.


Bastam dois pequenos pedaços de fios para fazer os jumpers necessários para redirecionar o sinal. Antes que metam pau nas minhas soldas, foi meu amigo que fez enquanto eu estava tentando ensinar como ele mesmo poderia fazer a modificação nos outros tapetes dele. ;)

Falta só montar tudo para testar. Note que a borracha preta fica bem amassada mostrando claramente onde a placa esta originalmente. É só seguir o "vinco" para alinha a placa e colar novamente a fita adesiva no lugar. Feito isso basta aparafusar novamente a tampa, percebendo também no tapete as marcas deixadas pela fechamento original desse "gabinete".


Carregando o Stepmania no PC, bastou recofigurar os controles e o funcionamento foi perfeito. Agora é possivel utilizar setas opostas normalmente como no video game.

Duvisdas ou sugestões, comente no espaço abaixo.


Voltar - Home


Comente



COMENTÁRIOS DESABILITADOS NO MOMENTO! RETORNAM EM BREVE
É expressamente proibido a reprodução total ou parcial deste texto sem a minha devida autorização por escrito.