O Emulador de Cartuchos

Em 02 de janeiro de 2010.




ATENÇÃO: Não tenho para venda! ESGOTADO


Ainda hoje me deparo com alguns comentários em meus videos do protótipo do Emulador de Cartuchos de pessoas perguntando: "Quando vai estar a venda?". Grande parcela da "culpa" acredito que seja minha mesmo, porque nunca divulguei maiores informações sobre o projeto a não ser nas poucas listas que participo. E como logo depois passei para o Emulador de Drive, o de Cartuchos acabou caindo no esquecimento por algum tempo.

Desde que o meu Atari Jukebox foi publicado, várias pessoas tem entrado em contato e aproveito para criar a página oficial do Emulador de Cartuchos. ;)

UM POUCO DE HISTÓRIA

Em maio de 2008 eu estava desenvolvendo um solução melhor de Audio/Video Composto para um dos meus Atari. Eu utilizava como base um cartucho River Raid velho de guerra que costumo ter sempre à mão próximo a bancada. Entre um teste e outro acabei "perdendo" o cartucho na confusão que às vezes domina a área de testes. Dai fiz aquele comentário comigo mesmo: "bom seria se já tivesse jogo na memória"...

Parei um minuto e comecei a pensar sobre a idéia. Eu tinha acabado de aprender um pouco sobre microcontroladores e sabia que muitos deles trabalhavam com cartões SD diretamente. Então era só ler as roms de um cartão, gravar na memória e tava pronto. O Video game iria achar que era um cartucho comum. Para facilitar a navegação, já que qualquer cartão SD cabe todos os jogos do mundo de Atari, eu colocaria um display no lugar da entrada de cartucho, já que eu nao precisaria dele mesmo.

Depois da "viagem" inicial, eu já estava pensando num Odyssey com o mesmo equipamento e dai já num Marter System. Então, chamei minha esposa e comentei a minha "visão". Depois de alguma breve explicação, acrescentei:
- Pena que vai ficar caro se eu fizer isso em cada video game.
- Porque você não faz um só numa caixa que troca o cabo? Dai você pode fazer igual aquele cartucho de MSX (interface de drive).

Estava criado o Emulador de Cartuchos, pela minha esposa... hehehe

Em dois meses eu criei a primeira versão e em julho anunciei oficialmente o Emulador já funcionando. Essa primeira versão tinha somente 32kb de memória, o que era suficiente para o Atari e Odyssey. Alias, a curiosidade maior é que apesar do conceito ter sido feito no Atari, o desenvolvimento foi todo no Odyssey.

Andei um pouco ocupado nos meses seguintes, até que em novembro de 2008 eu adicionei a parte lógica para o controle de memória até 512kb o que seria suficiente para todos os video games de 8 bits. Nesta mesma época comecei a conversar com o Daniel Viana que fez o estudo do design e desenhou a placa de circuito impresso. Entre o design e a produção das primeiras unidades se passaram mais tres meses e no comecinho de fevereiro de 2009 eu entreguei as primeiras unidades montadas. Desde então venho atendendo aos pedidos, fabricando artesanalmente os emuladores.

Aquela primeira "visão" do Atari com display no lugar da entrada do cartucho eu só realizei quase 2 anos depois, com o Atari Jukebox.

Fotos do primeiro Protótipo



Placa desenhada pelo Daniel Viana e fabricada pela Tec-ci



Emulador montado e sendo sendo testado em um Master System


PERGUNTAS FREQUENTES

O que é um Emulador de Cartuchos?
É um equipamento que simula um cartucho a partir de um arquivo gravado em um cartão SD.

Eu tenho três video games, então eu preciso de três Emuladores de Cartuchos?
Não, um único equipamento atende a todos os video games suportados, desde que você tenha os cartuchos.

É necessário um computador?
Não. O módulo é completamente independente, só necessitando do cartão SD e uma fonte (eliminador de pilhas), além claro do cartucho correspondente ao sistema que se pretende jogar.

O cartão pode ser SDHC?
Sim, Já testei cartões de 512mb a 8gb. Teoricamente funcionaria sem nenhum problema até o limite de 32gb.

Funciona com SNES, Mega Drive, (qualquer outra coisa)?
O emulador é 8 bits, portanto somente funciona em sistemas 8 bits.

Então funciona no NES 8 bits?
Não funciona. O NES apesar de ser 8 bits, os seus cartuchos tem pelo menos duas memórias endereçadas independentemente uma da outra.

Então o que funciona?
Atari, Odyssey, MSX, Master Systems, Coleco e varios outros sistemas 8 bits.

Quanto custa?
O módulo, ou seja, o emulador propriamente dito, custa R$350 e vai montado e testado, porém sem nenhum cartucho.

Sem cartuchos? Não vou fazer nada com ele?
Os cartuchos eu vendo separadamente numa média de R$50 por cartucho, dependendo do sistema. No entanto já publiquei instruções precisas em formato passo a passo da montagem dos cartuchos. Quem já tem o módulo pode fazer a própria montagem ou pedir um amigo "da eletrônica" pra montar.


LISTA OFICIAL DE COMPATIBILIDADE DO EMULADOR DE CARTUCHOS

* Atari 2600 - Todos os jogos de 2k, 4k e 8k f8.Os de 16k F6 funcionam quando não requerem chip extra. Funciona inclusive os jogos Parker Bros convertidos para os chaveamentos tradicionais. (Montezuma, Frogger 2, Qbert 2 e outros). Com isso funciona 80% dos jogos do Atari
* Odyssey - Todos os jogos.
* MSX - Com cartucho "comum", todos os jogos em cartucho de 16k e 32k. Com cartucho "megarom", jogos de 128k, 256k e 512k. Pode ser usado como base inclusive um cartucho com SCC.
* Atari 5200 - Todos os jogos de 16k que usam 2 eproms. Todos os jogos de 32k.
* Master System - 90% dos jogos
* Colecovision - Acredito que todos os jogos
* Gameboy - Acredito que todos os jogos
* CP400 - Todos os jogos de 4k e 8k
* Vectrex - Todos os jogos
* Tk90X e TK85 - Todos os jogos, mas requer programa de conversão antes de passar para o cartão de memória.
* Vic20 - Todos os jogos
* Emulador de Eproms: Desde a 2716 (2k) até a 274001 (512k)

Lista não oficial que já me reportaram que já montaram e funciona:
* Atari 7800
* Fairchild Channel F
* Atari XE/XL
* Bally Astrocade

VÍDEOS DE DEMONSTRAÇÃO GRAVADOS NA ÉPOCA DO PROTÓTIPO



Alguma dúvida ou sugestão, utilize a área abaixo para comentários.


Voltar - Home


Comente



COMENTÁRIOS DESABILITADOS NO MOMENTO! RETORNAM EM BREVE
É expressamente proibido a reprodução total ou parcial deste texto sem a minha devida autorização por escrito.