Consertando a Membrana dos TKs

Em 12 de Julho de 2010

Depois que escrevi sobre o TKlado, alguns leitores me pediram uma solução um pouco mais fácil para o problema do teclado dos TK85 ou TK90X, já que muitos não tem a facilidade/habilidade de confeccionar placas de circuito impresso em casa. Apresento então uma solução mais simples que porém não atenderá a 100% dos casos, somente se o defeito for entre o conector e o teclado propriamente dito.
A Microdigital usou vários tipos de material para confeccionar o membrana dos TKs e a mais comum parece ser a de papel vegetal, como essa das fotos.


Essa membrana costuma rachar na curva dos "cabos" que se ligam na placa-mãe. Veja na foto abaixo, pequenas rachaduras interrompendo o contato elétrico da tinta condutiva.


Eu já tentei "repintar" com tinta nova por cima da mebrana rachada, mas no caso da membrana de papel vegetal sempre racha novamente. Para consertar temos que cortar o mal pela raiz (nesse caso literalmente). Logo depois da curva, onde acabam as rachaduras, corte com uma tesoura.


Ok, mas agora o cabo não chega no conector. Então vamos fazer o conector chegar até o cabo!

Perceba que nos TK85 e no TK90X os conectores da membrana são dois conjuntos de 5 e 8 pinos que ficam a esquerda e a direita da placa. Primeiramente vamos removê-los, mas preste atenção na posição original. Em um deles os contatos são virados pra frente e no outro virado pra trás. Marque a posição dos dois para soldar corretamente depois


Agora soldamos um pedaço de uns 10 cm de flat cable nos dois conectores. Eu usei uma parte de um cabo IDE.


Com um pouco de cola quente é possivel isolar as ligações e ao mesmo tempo dar firmeza ao conector. Não fica nada bonito, mas é muito funcional.


Agora é soldar o conector com a extensão de volta na placa. Não esqueça que eles devem voltar as suas orientações originais com um virado pra frente e outro virado pra trás.


Basta ligar agora o conector nos "cabos" da membrana e testar.


Essa mesma dica pode ser usada naquela membrana "plástica". Ela é de melhor qualidade, porém o tira-e-põe do conector acaba riscando a tinta. Mesmo caso, corta-se um pedaço da ponta até chegar na tinta "nova". Às vezes acontece da tinta descascar na mesma curva que o papel vegetal racha, então é exatamente o mesmo processo descrito acima.

Para qualquer comentário use o espaço abaixo.


Voltar - Home


Comente



COMENTÁRIOS DESABILITADOS NO MOMENTO! RETORNAM EM BREVE
É expressamente proibido a reprodução total ou parcial deste texto sem a minha devida autorização por escrito.